Ir para o conteúdo principal
Ícone do chip M1 da Apple

Affinity 1.8.6: pronto para o novo macOS Big Sur da Apple e preparado para entregar um desempenho superveloz nos Macs com chips M1.


Já disponível, nossa atualização 1.8.6 para macOS está pronta para aproveitar todo o potencial da próxima geração de Macs da Apple, permitindo aos usuários do aplicativo Affinity fazer mais e ainda mais rápido.

Estamos ansiosos para compartilhar que a atualização 1.8.6 dos nossos aplicativos é totalmente compatível com a mais recente atualização do macOS da Apple, o Big Sur, além de estar otimizada para o recém-lançado chip M1 da Apple.

Executando o Affinity Designer no macOS Big Sur

Esta é uma ótima notícia para nossos usuários porque a arquitetura do M1, especialmente tendo uma GPU de alto desempenho com memória unificada com a CPU, é perfeita para aplicativos profissionais de criação de conteúdo. As vantagens são principalmente perceptíveis ao trabalhar em documentos com milhares de camadas de pixels, objetos vetoriais e texto. As edições em camadas de pixels são executadas melhor na GPU, enquanto as de vetor e texto na CPU. Portanto, quando você tem memória unificada, consegue lidar muito mais rápido com esses documentos complexos.

Nossos aplicativos para iPad totalmente equipados já aproveitam uma arquitetura muito parecida nos chips da série A e, desde o desenvolvimento do iPad, esperávamos que chips com essa arquitetura chegassem ao Mac, o que finalmente aconteceu.

Nossos desenvolvedores tiveram a sorte de receber o DTK da Apple para que pudéssemos preparar os aplicativos para o M1 antes do lançamento e colocá-los em operação usando o novo hardware, tornando os aplicativos Affinity os primeiros aplicativos profissionais de criação de conteúdo a oferecer suporte nativo ao M1.

Os aplicativos Affinity são os primeiros aplicativos profissionais de criação de conteúdo a oferecer suporte nativo ao M1

Com nossos aplicativos agora preparados para essa transição, os clientes Mac com M1 podem contar com uma experiência de usuário mais responsiva em relação à pintura, edição de pixels, efeitos de filtro, renderização de documentos e muito mais. Isso também possibilita que vários outros elementos, como camadas de ajuste e filtros ativos, sejam mantidos antes que o desempenho seja prejudicado, permitindo um fluxo de trabalho mais produtivo, mesmo nos documentos mais complexos.

Resumindo, o M1 faz com que nossos aplicativos sejam executados mais rápido, de maneira mais fácil e com maior capacidade de resposta do que nunca (já comprovamos um aumento de velocidade de execução 3 vezes mais rápido no novo MacBook Air). É definitivamente um grande passo para o Mac, por isso, estamos ansiosos para ver o desenvolvimento do resto da linha Mac com o Apple silicon no futuro.

Os novos ícones do Affinity para macOS, que foram atualizados para corresponder ao novo estilo do macOS Big Sur

Se você já possui os aplicativos, lembre-se de baixar de graça a versão 1.8.6 hoje mesmo. Caso contrário, acesse nosso site e saiba mais sobre nossos programas de criação profissional de conteúdos.

Não existe mais suporte para Internet Explorer. Atualize seu navegador para melhorar sua experiência. Saber mais.